postagens recentes

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Aula de dança e os estímulos sensoriais


Normalmente, os pais incentivam seus filhos desde pequenos a praticar esportes, aulas de dança, de idiomas e por aí vai - e não é à toa, pois durante os primeiros anos de vida as crianças conseguem absorver com mais facilidade novas informações. É aí que entra a importância das atividades sensoriais, que irão aguçar ainda mais essas novas perspectivas e aprendizados, incluindo a dança, que trabalha mais de um sentido de uma só vez.

Existem diversas atividades que estimulam o nosso sistema de maneiras diferentes e, no artigo de hoje, iremos conhecer um pouco mais sobre a atividade de dança e os benefícios que ela pode nos proporcionar!



As atividades sensoriais e o desenvolvimento infantil

Certamente você já deve ter ouvido falar sobre estímulos ou atividades sensoriais, mas para que elas servem? Primeiramente, devemos nos conscientizar sobre a importância, principalmente para as crianças, da introdução de atividades e brincadeiras que envolvam os cinco sentidos:

  • Tato
  • Olfato
  • Paladar
  • Visão
  • Audição

Isso pois, elas são grandes aliadas para um melhor desenvolvimento motor, de coordenação, criatividade e autoconhecimento dos pequenos, por trabalhar justamente com passos, coreografias e movimentos diferenciados. Agora, vamos ver como a dança pode estimular o desenvolvimento dos sentidos?

Dança e a autoestima

Muitas pessoas sofrem com a timidez e, por conta disso, as pequenas tarefas podem se tornar grandes desafios. Assim, acabam sofrendo com situações que eram para ser no mínimo banais e cotidianas.

dança também pode auxiliar no processo da diminuição da timidez e desinibição de forma muito prazerosa. Ela é uma atividade que não só estimula o corpo através de movimentos, como também aguça a mente e suas várias sensações através dos passos, da música e da emoção. Dançar é explorar o corpo e o espaço, proporcionando uma sensação de autoconfiança com o mundo à sua volta!


Dança e expressão corporal

Tanto crianças como adultos podem usufruir dos benefícios trazidos pela dança e, no caso das crianças, é possível aprender de maneira lúdica a lidar com o próprio corpo através de atividades como se abaixar e levantar, deitar e rolar, pular, tocar e retrair etc.

Ballet, jazz, sapateado ou coreografias livres? Existem diversas modalidades de dança! E, vale lembrar que não existe um tipo certo e a escolha do estilo depende de cada um! O importante é aproveitar ao máximo os estímulos sensoriais que são utilizados durante a atividade para que a criança conheça mais o próprio corpo e seus limites corporais. Para mais informações e dicas de atividades sensoriais, leia aqui.

Dança e criatividade

Ao criar passos e coreografias, dançar é um alimento para a criatividade. Essa qualidade é estimulada por meio da exploração dos movimentos e capacidades motoras. E especialmente no caso de crianças, é uma ótima prática para explorar a consciência do seu próprio corpo e expressão corporal.

Seja na criação de coreografias individuais ou em grupo, a dança gera contentamento tanto físico como mental. Mas não apenas isso: algumas pesquisas - leia aqui: em inglês e em português - têm mostrado que apenas movimentar-se de formas diferentes podem ocasionar uma mudança na forma de pensamento e alterar nossa linha de raciocínio.

Ou seja, coisas como fazer uma pose confiante podem melhorar o estado hormonal, assim como movimentar o corpo de maneira improvisada ou não planejada pode incitar o pensamento criativo. Por isso também é importante incentivar a liberdade em certos momentos da dança, ao invés de apenas restringir passos limitados.


Podemos perceber então os inúmeros benefícios que a prática da atividade pode trazer para o corpo e a mente, desde crianças até idosos. E, entre as atividades sensoriais, a dança pode ser uma das mais divertidas formas de estimular o desenvolvimento dos pequenos!

E, sempre vale lembrar que, se estiver na dúvida de como introduzir a atividade para o seu pequeno, converse com os professores e também consulte a opinião do pediatra. Busque o suporte que precisa nessa fase tão importante do desenvolvimento!

Este é um guest post, por Gabriela Westphalen.

15 comentários:

  1. adorei esse post e ver tdos os beneficios que a dança traz pro corpo e mente, admiro mt quem se dedica a essa arte

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que a dança, ou qualquer atividade voltada para as artes tem algo de especial sabe?
    Muda o corpo, muda a alma.
    Belo post.

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  3. A dança realmente ajuda e muito, mas eu não gosto não kkkkkkkkk. Desde pequena, nunca curti dançar. xD

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  4. That's cool. I like your blog. Go to my blog http://www.alamodenatine.com/

    ResponderExcluir
  5. Que coisa mais linda do mundo! Puro amor por este post e cada pedacinho dele. Há um tempo atrás, fiz uma matéria sobre a importância da inicialização artística para as crianças e observar ainda mais aprofundamento (para quaisquer idades) no universo da dança é uma lindeza.

    semquases.com

    ResponderExcluir
  6. Ray, tomara mesmo que um dia você encontre uma boa promoção de passagens pra vir conhecer Curitiba!
    Aí marcamos um encontrinho e vamos turistar e tirar muitas fotos ♥

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu amo dançar, mas nunca tive a cintura solta para isso, rs. Infelizmente como a minha cidade é pequena quase não tem um lugar para fazer aula, ou algo do tipo, sabe? Mas se tivesse eu amaria fazer!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  8. Não sei dançar, mas tenho muita vontade de aprender.

    Ótimo post!
    >>> https://blogjulianarabelo.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  9. Quando eu era criança, essas aulas fizeram toda a diferença pra mim.
    Hoje eu tento fazer com que meus sobrinhos se apaixonem pelo assunto rs

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  10. Dançar é algo maravilhoso! Fora que é uma ótima forma de se expressão mesmo. Desde quando eu era criança, ficava pedindo para os meus pais me colocarem no ballet, depois mudei e queria dança de rua (street dance), mas sempre sem sucesso :( ainda tenho o sonho de entrar em uma aula de dança pra poder me tirar o estresse do dia a dia. Sinceramente, prefiro pagar aulas de dança do que academia. Lembro que quando eu tinha um dia ruim no colégio, chegava em casa ligando o som na maior altura e começava a inventar passos. O pior é que eu inventava os passos e depois não sabia repeti-los, haha! Era só de momento. Só sei criar os passos no momento, mas se pedir pra eu explicar ou repetir, eu não sei, faço tudo diferente, hahaha! Gabriela arrasou no post!
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  11. Puxa, quantas dicas incríveis. Eu sou mega tímida, talvez comece alguma aula de dança para ajudar com isso

    www.estiilocarol.com

    ResponderExcluir
  12. Amei essa sua postagem, sempre estou visitando seu blog e lendo suas postagens.. Seu blog está salvo em meus favoritos..

    Parabéns!

    Amo seu blog ❤️ ..

    Meu Blog: Resultado Rondon Cap

    ResponderExcluir
  13. super legal esse post, a dança proporciona mesmo benefícios incríveis!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  14. Quando era pequena fazia jazz e adorava, muito bom saber os benefícios que a dança nós dá.
    https://estacaoaosmundos.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Olá! Obrigada pela visita! Se quiser deixar um comentário falando sobre o que você achou do blog/post eu ficarei muito feliz e faço questão de retribuir a sua visita, se você deixar o endereço do seu blog :3 Até breve! ❥